23 de maio | Devocional Diário CHARLES SPURGEON

2:55
 
Paylaş
 

Manage episode 169724970 series 1335922
Filipe Castelo Branco and Ministério Fiel tarafından hazırlanmış olup, Player FM ve topluluğumuz tarafından keşfedilmiştir. Telif hakkı Player FM'e değil, yayıncıya ait olup; yayın direkt olarak onların sunucularından gelmektedir. Abone Ol'a basarak Player FM'den takip edebilir ya da URL'yi diğer podcast uygulamalarına kopyalarak devam edebilirsiniz.
O que a mim me concerne o SENHOR levará a bom termo. Salmos 138.8 A confiança que o salmista expressou nestas palavras era divina. O salmista não disse: "Tenho graça suficiente para aperfeiçoar o que a mim me concerne. Minha fé é tão firme que não vacilarei; meu amor é tão ardente que jamais se esfriará; minha determinação é tão firme que nada a abalará". Não, a dependência do salmista estava apenas no Senhor. Se fomentamos qualquer confiança que não está fundamentada na Rocha dos Séculos, tal confiança é pior do que um sonho. Ela cairá sobre nós, e, para nossa tristeza e confusão, seremos encobertos por suas ruínas. O tempo mostrará que essa confiança promoverá a vergonha eterna de todos os que dela se vestem. O salmista foi sábio; ele não confiava em nada além da obra do Senhor. Foi o Senhor quem começou a boa obra em nós. Ele a tem mantido até agora. Se Ele não a completar, tal obra nunca será concluída. Se, na vestimenta celestial de nossa justiça, há algum ponto que nós mesmos devemos fazer, então estamos perdidos; mas esta é a nossa confiança - o Senhor que começou a boa obra a aperfeiçoará. Ele o tem feito por completo, deve fazer por completo e o fará por completo. Nossa confiança não pode estar naquilo que nós temos feito, e sim completamente naquilo que o Senhor fará. A incredulidade insinua: "Você nunca será capaz de permanecer firme. Veja a maldade de seu coração; você nunca poderá vencer o pecado. Lembre os prazeres e tentações pecaminosas do mundo que o cerca; certamente você será fascinado por elas e desviado". Sim, realmente pereceríamos, se dependêssemos de nossas próprias forças. Se tivéssemos de conduzir nossos frágeis navios, sozinhos, através de tão agitado mar, provavelmente, em desespero, desistiríamos da viagem. Mas, louvado seja Deus, Ele levará a bom termo o que nos concerne e nos levará seguros ao porto desejado (ver Salmos 107.30). Quando confiamos somente nEle, jamais somos excessivamente confiantes; e nunca carregamos muitas preocupações.

1771 bölüm